Sobre Jaboticabal

cidade de Jaboticabal

Jaboticabal está localizado em uma das mais ricas regiões do estado, responsável por aproximadamente 8,5% do Produto Interno Bruto, o PIB. Num raio de cem quilômetros de Jaboticabal existem 83 municípios que apresentam receita tributária própria superior a vinte milhões de dólares, abrigando mais de 2,8 milhões de habitantes.

O fundador de Jaboticabal, João Pinto Ferreira, nasceu por volta de 1778, na Freguesia de Santo Estevão de Regadas, Conselho Celorico de Bastos, em Portugal.

Em 2 de dezembro de 1816, adquiriu a posse de João Rodrigues de Lima das terras relativas à Fazenda Cachoeira, mais tarde denominada de Fazenda Pintos, onde começou a ser edificada a Cidade de Jaboticabal. Como primeiro apossante daquelas terras, João Rodrigues de Lima devia ter entrado para o sertão por volta de 1809, porque na escritura de venda, ele e sua mulher Joana Eufrosina de Jesus se dizem senhores e possuidores de “uma sorte de terras, composta e campos e matas virgens, cerrados e capoeiras, e uma casa de morada, paiol, monjolo e rego d´água, currais e seus pertences e árvores de espinhos, bananeiras de seis ou sete anos, de posse atual, sem contradição de pessoa alguma nesta paragem denominada Ribeirão da Cachoeira”.

Cogitou, então, Pinto Ferreira de fundar uma povoação dentro de suas terras, doando para isso a Nossa Senhora do Carmo, uma gleba cujo perímetro envolve a nascente do Córrego Jaboticabal, na qual e à margem direita deste edificou, uma pequena igreja, coberta com folhas de palmeira.
Em 1848, Jaboticabal é elevada a Distrito de Paz.
Em 1857, a Assembléia Legislativa Provincial eleva o Curato de Jaboticabal à Freguesia. Trinta e nove anos após sua fundação, em 1867, Jaboticabal é elevada a categoria de vila, desmembrando-se de Araraquara.

Atualmente Jaboticabal tem 708,6 km2, divididos entre os distritos de Lusitânia, Córrego Rico e a sede municipal.

A expansão da cafeicultura para o oeste do Estado de São Paulo, na segunda metade do século XIX, além da implantação das ferrovias, foram os marcos do desenvolvimento da região.
Em 1872, a população local era de 5.269 habitantes. Em 1886, atingia 26.224 habitantes.

A primeira metade do século XX foi marcada pelo predomínio da imigração, com destaque para os italianos, portugueses, espanhóis e japoneses.
Com base econômica na agricultura, Jaboticabal se destacou como importante centro regional nas atividades industriais, comerciais, bancárias e de prestação de serviços.

Esta fase do início do século XX foi a mais importante no setor econômico, deixando marcos na arquitetura da cidade, apresentando casas e prédios públicos ainda em uso.

As indústrias de alimentação se destacavam regionalmente, juntamente com a cerâmica, fábricas de louças e olarias. Na década de 30, Jaboticabal tornou-se um importante centro regional, sendo conhecida como "Athenas Paulista" pela grande atividade cultural.

Com a decadência da cafeicultura, ocorrida a partir da depressão dos anos 30, Jaboticabal enfrentou a estagnação econômica, perdurando até o começo dos anos 50.
Como mecanismo de reativação econômica, o município procurou diversificar sua lavoura, destacando-se o algodão, o amendoim, o arroz e o milho.

Nos anos 50, 60 e 70, a população urbana representou 48%, 61% e 76% da população total do município, respectivamente, caracterizando uma intensa urbanização.

Economia

Atualmente, o Setor Primário é composto por mais de duzentas indústrias, que atuam em diversos ramos: desde cana-de-açúcar à produção de refrigerantes. Já o Setor Secundário congrega mais de 1.600 unidades comerciais de ramos diversificados, incluindo a prestação de serviços. Toda essa massa produtiva da cidade soma um PIB de R$ 160 milhões, para uma renda per capta anual de 2.400 reais. Jaboticabal também destaca-se como o maior produtor de artefatos de cerâmicas do Brasil, voltada quase exclusivamente para a produção de filtros e vasos, feitos na sua maioria de forma artesanal, moldados à mão, em tornos de madeira.

O município também é detentor da maior produtividade de amendoim do Brasil. Em 2001 o produto começou a ser exportado pela primeira vez para países do Leste europeu. Refletindo a realidade nacional, o quadro econômico da cidade de Jaboticabal é aquecido principalmente pela produção agrícola.

Além da Coplana de Jaboticabal, que tem o maior armazém do mundo para amendoins em big-bags (capacidade para 37,5 mil toneladas), as duas usinas localizadas no município – São Carlos e Santa Adélia – geram empregos diretos e produção para a exportação.

O mercado de massas nacional também recebe influência da cidade por meio da Basilar . Como também a cerâmica tem participação significativa na economia do município. A principal empresa do ramo em Jaboticabal é a Stéfani, com os filtros São João.

Iniciativas municipais como a Incubadora de Empresas e o Distrito Industrial somam-se aos investimentos particulares para proporcionar emprego e desenvolvimento à cidade de Jaboticabal.

Jaboticabal conta com cerca de duzentas indústrias e com cerca de 1685 comércios

Para homenagear a comunidade de moradores desta maravilhosa cidade, o Encontra São Paulo criou o Encontra Jaboticabal.

Blog do Guia da Cidade Jaboticabal

Receba notícias por e-mail
Cadastre-se e receba notícias de Jaboticabal por e-mail
 

 

Cidades de São Paulo: Limites - Cidades Vizinhas

Guariba, Taquaritinga, Monte Alto, Taiúva, Taquaral, Pitangueiras, Pradópolis, Barrinha e Sertãozinho.

Dados Principais sobre a Cidade de Jaboticabal

Aniversário: 16 de Julho
Fundação :
1828
Gentílico:
Jaboticabalense
Área:
706,499 Km²
População
71.667 hab. (2010)
IDH 0,815 - elevado
Prefeitura Jaboticabal

Brasão de Jaboticabal
Brasão de Jaboticabal

Bandeira de Jaboticabal
Bandeira de Jaboticabal

Vídeo sobre a cidade de Jaboticabal
Veja mais vídeos sobre a Cidade de Jaboticabal

Mapa Jaboticabal

 

Moradores ilustres de Jaboticabal

 

   
  Sobre o EncontraJaboticabal
Fale com EncontraJaboticabal
Anuncie no EncontraJaboticabal
Cadastre sua Empresa no EncontraJaboticabal (grátis)



Termos EncontraJaboticabal | Privacidade EncontraJaboticabal


Bandeira de Jaboticabal